Estar preparado é fundamental para grandes conquistas


O mundo acompanhou inúmeras histórias de superação durante todo o período olímpico. Atletas que superaram seus limites para alcançar resultados cada vez mais impressionantes. Sim, é uma competição muito, mas muito competitiva – e não poderia ser de outra forma. Dos mais de 12 mil atletas, menos de 10% são reconhecidos por medalhas; mas esse não é o ponto: o importante é estar lá, competir, se superar.

Dos muitos momentos mágicos da participação brasileira, um particularmente me tocou, a conquista de pugilista Hebert Conceição, medalha de ouro no boxe, esporte que, confesso, não acompanho.

O que me chamou a atenção foram os depoimentos e repercussão da conquista. Ele perdia por pontos, e só um nocaute poderia mudar o rumo da competição. Segundo relatou, ele buscou a estratégia de soltar um “pombo” – o termo técnico para um direto de cima para baixo, que pode levar o adversário a responder com o braço oposto, abrindo sua guarda e o deixando vulnerável. Lembrou dos ensinamentos do técnico, durante o intervalo do segundo para o terceiro e último round: fixa os pés no chão, entra com um pombo e cruza depois. A instrução de Moni Silva foi seguida e Hebert encaixou o golpe e fez história.

Enfim, posso ter me confundido um pouco nas questões do boxe, encanta-me, porém, o fato de que Helbert nos deu uma lição que devemos perseguir nas nossas atividades. Ele aliou seu talento e habilidades aos ensinamentos técnicos, resultando numa conquista inédita.

Na nossa rotina, não podemos minimizar o conhecimento e a experiência dos outros. Esse acúmulo de informações nos torna mais preparados para as adversidades e desafios, e aptos para grandes conquistas. Hebert Conceição é um exemplo de como estar preparado e seguir estratégias podem mudar os rumos de sua vida.

 

Suely Dias dos Santos

CEO da TÉCNICA Gestão Documental